Campus Party começa com 8 mil “campuseiros” e espera 80 mil visitantes

Nessa semana a cidade de São Paulo recebe a 10ª edição da Campus Party, um dos maiores eventos relacionados a tecnologia, ciência e empreendedorismo do mundo. A feira foi aberta oficialmente nesta terça-feira (31) e vai até o dia 5 de fevereiro.  A edição é sediada no Pavilhão de Exposições Anhembi e contará com mais de 700 horas dedicadas ao assunto, sendo oito tendas que abrigaram palestras, workshops, maratonas de programação, área de games, salas de negociação e arenas para startups e makers. 

A expectativa é que 80 mil pessoas visitem a feira, além de 8 mil “campuseiros, nome dado àqueles que vão ficar na área de camping do evento. O custo estimado de realização do evento é de R$ 22 milhões, valor abaixo do investido em edições anteriores. A crise econômica que afeta o país é a justificativa da vez. Mesmo assim, os frequentadores terão acesso a internet de 40 gigabytes e de uma padaria especialmente criada para atender a demanda alimentar dos que vão acampar durante os 6 dias de evento. 

Um dos momentos mais esperados é a palestra de Walda Roseman, presidente da fundação Arthur C. Clarke, em referência a um dos maiores escritores de ficção científica da literatura mundial. O tema da palestra é “2001: Uma Odisseia no Espaço”, acontecerá na quarta (1º). No mesmo dia, os pesquisadores e ativistas  ativistas Aubrey de Grey e Karen Sandler irão mostrar como a cibernética pode contribuir para melhora o nível de saúde das pessoas. Outro evento interessante é a maratona de programação “THe Big Hackathon“, formatada em parceira com Organização das Nações Unidas (ONU). A intenção é promover e apoiar a criação de tecnologias alinhadas aos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) e apoiar o espírito empreendedor. 

Outros nomes são bastantes esperados, como o do grafiteiro Eduardo Kobra, um dos maiores do mundo, e do co-fundador do Netflix, Witch Lowe. Os dois marcaram presença no evento na sexta (3). Ao todo serão 750 palestrantes de diferentes áreas, como de comportamento, games entre outras.  Mesmo com a crise mencionada na justificativa de redução no investimento, a Campus Party, até essa edição nunca havia passado de 500 palestrantes por edição. 

Os ingressos para os “campuseiros” foram vendidos por R$ 240, dando direito também acesso à palestras. Para quem não tem o dinheiro para investir na entrada, a Campus Party disponibilizou um espaço de visitação gratuito, no qual são esperadas a passagem de 120 mil pessoas.

Caravana Manguebyte não pôde deixar de participar e está oferecendo brindes exclusivos, acompanhe a gente através do Twitter @carmanguebyte

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply